Sobre a obra

Lousa

A #04 edição do Clube do Colecionador da Matias Brotas arte contemporânea coincide com os dez anos da galeria. Uma década dedicada à difusão da arte contemporânea, a defender e a levar ao público capixaba uma parcela significativa da sensibilidade e da expressão mais ousada da produção artística atual. Dentro dessa linha de atuação, o Clube do Colecionador é um programa destinado a oferecer ao público, a cada edição, um conjunto reduzido mas de alta qualidade de obras múltiplas, isto é, obras com tiragens, de alguns dos artistas mais relevantes do nosso panorama, seja ele emergente ou responsável por uma trajetória consolidada. O fato de que cada obra tenha uma edição de 15 exemplares, facilita o acesso ao público, faz com que ele vá se familiarizando com os rumos poéticos da nossa produção artística, conviva com a arte do seu tempo.

Alinhado com os princípios que norteiam esse programa, convidou-se quatro artistas importantes pelo caráter experimental e diversidades de suas pesquisas. Dois deles, José Bechara e José Spaniol, possuem uma trajetória sólida, firmada ao longo dos anos 1990, com exposições individuais e coletivas em âmbito nacional e internacional, com obras em importantes coleções, públicas e privadas. Andrea Brown e Raphael Bianco, por sua vez, despontaram em anos recentes mas já ultrapassaram o ponto em que eram identificados como promessas passando a serem acompanhados com atenção crescente.


Ficha técnica

Clube do Colecionador #4 - Fotografia - edição 7/15


Sobre o artista

José Spaniol

São Luiz Gonzaga – RS, Brasil, 1960 Vive e trabalha em São Paulo Artista plástico e professor do Instituto de Artes da UNESP em São Paulo. De 1990 a 1993, viveu em Colônia, Alemanha, como bolsista do Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico; doutor em artes pela ECAUSP. No início da carreira, o artista utiliza objetos cotidianos, e estabelece uma troca entre a função utilitária e a poética. Desde os anos 1990, explora a relação entre suas obras com arquitetura e espaços expositivos.


MATIAS BROTAS

Vitória / ES

A Matias Brotas arte contemporânea nasceu para dar vida a um projeto em que o vigor da arte se realize por meio da exibição das obras, do incentivo ao debate sobre a arte como dimensão da vida, da formação e ampliação de públicos, da valorização do artista e da promoção de novas inserções e percepções da arte. Fundada por Sandra Matias e Lara Brotas com o intuito de atender à um público apreciador da arte contemporânea, a galeria visa favorecer a circulação e o mercado da arte, valorizando a produção artística e seu consumo. Respaldada num conceito de qualidade e profissionalismo, busca estabelecer, com atendimento personalizado, conexões e interações entre críticos de arte, artistas, colecionadores e apreciadores da arte e profissionais que atuam neste cenário.


Outras obras do artista


Podemos ajudar?