Sobre a obra

Sem título


Ficha técnica

2018
guache sobre papel


Sobre o artista

Suzana Queiroga

Suzana Queiroga de Carvalho e Souza (Rio de Janeiro RJ 1961).

Gravadora, pintora, desenhista e professora. Em 1983, conclui o bacharelado em gravura na Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro (EBA/UFRJ). Participa da exposição Como Vai Você, Geração 80?, realizada na Escola de Artes Visuais do Parque Lage (EAV/Parque Lage), no Rio de Janeiro, em 1984. No ano seguinte, passa a lecionar na mesma instituição, na qual se torna coordenadora dos núcleos de gravura (1986/1988) e de desenho (1988/1990).

É professora do departamento de artes da Faculdade de Arquitetura da Universidade Estácio de Sá, entre 1996 e 1998. Em 2000, recebe a Bolsa RioArte, com o Projeto Pintura no Espaço Urbano - Outdoors. Entre 2000 e 2002, cursa o mestrado em artes visuais na EBA/UFRJ.

Recebe o 1º Prêmio Projéteis de Arte Contemporânea da Funarte com o projeto para a instalação Topos, em 2005. Em 2008, são publicados os livros Suzana Queiroga,com texto de Paulo Sérgio Duarte, e Velofluxo, texto de Fernando Cocchiarale.

Fontes:

Foto: http://umolhar.net/pinceladas/abertura-da-primeira-edicao-da-artrio-carioca-aconteceu-nesta-quinta/suzana-queiroga-2_agi9_ricardo-leal_p/

Texto: SUZANA Queiroga. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2017. Disponível em: . Acesso em: 06 de Set. 2017. Verbete da Enciclopédia. ISBN: 978-85-7979-060-7

 

 
 


CASSIA BOMENY GALERIA

Rio de Janeiro / RJ

A Galeria Inaugurada em 2015, a Galeria Cassia Bomeny desenvolve um programa de exposições voltado a artistas da década de 70 em diante. O projeto começou com apoio do curador Fernando Cocchiarale, produzindo trabalhos seriados e reedição de obras históricas de Anna Bella Geiger, Antonio Dias e outros. Com foco em uma pesquisa contemporânea brasileira, a galeria fomenta a produção atual de artistas consagrados, como Antonio Manuel e Carlos Zilio, ao mesmo tempo que incentiva as novas gerações, como Zé Carlos Garcia. É da política da galeria publicar um catálogo acompanhando cada exposição individual. Nesse sentido, já foram produzidos seis publicações, com textos de curadores e críticos de arte como Frederico Morais, Tadeu Chiarelli e Vanda Klabin. Com uma pesquisa que fomenta o colecionismo e a circulação das artes visuais nas esferas publicas e privadas, a galeria atua no mercado institucional e na formação de novos colecionadores.


Outras obras do artista


Podemos ajudar?