Sobre a obra

Sem Título, da série Origem


Ficha técnica

Sacos de ráfia e plástico; 2018; Edição única.


Sobre o artista

Mano Penalva

Vive e trabalha em São Paulo.

Formado em Comunicação Social (2008, PUC-RJ), cursou Ciências Sociais (PUC-RJ) e frequentou cursos livres de arte no Parque Lage (2005-2010, RJ).

O processo de Mano Penalva envolve seu interesse pela antropologia e formação cultural, principalmente brasileira, que se materializa nessa urgência em se apropriar de artigos comuns encontrados e adquiridos na rua, mercados populares e em viagens para compor seus próprios trabalhos. Sendo assim, pode-se reconhecer uma quebra de fronteiras, e globalização de linguagem proposta pelos trabalhos, seja na apropriação de uma iconografia nacional familiar, ou na justapostaposição desta à outras iconografias de diversas partes do mundo, subvertendo muitas vezes os valores e significados originais e costurando discursos de cunho sociais filosóficos que são evidenciados pelas formas dos objetos criados.

Fontes:

Foto: http://eye4design.com.br/mano-penalva-participa-de-exposicao-em-veneza/

Texto: https://www.centralgaleria.com/artistas/#/manopenalva/

 

 
 


PORTAS VILASECA GALERIA

Rio de Janeiro / RJ

Portas Vilaseca Galeria foi fundada por Jaime Portas Vilaseca, em 2010 e funcionou até fevereiro de 2018 no bairro do Leblon, Rio de Janeiro, ano em que seu espaço foi ampliado para um edifício de três andares, no bairro de Botafogo, na mesma cidade. Hoje representamos 17 artistas brasileiros da história recente das artes visuais no Brasil. Nossa galeria caracteriza-se por duas frentes de trabalho: (a) a aposta em artistas ascendentes; e (b) a experimentação. Nascidos em diferentes gerações e oriundos de diversos pontos geográficos no Brasil, os artistas representados desenvolvem pesquisas em todas as linguagens das artes visuais – da pintura à performance, da escultura ao vídeo e sempre abertos à sobreposição de mídias. Mais do que meros produtores de objetos, cada um deles pesquisa o campo das artes visuais com preocupações relativas ao estatuto da imagem na contemporaneidade. Devido a isto, quando observamos as exposições realizadas, tanto na galeria, quanto em feiras de arte, fica claro que o ato expositivo é encarado como um ato experimental em que nenhuma proposição será igual à outra; os visitantes sempre terão uma experiência física e visual únicas. Nossa galeria, portanto, tem como valores a divulgação e a institucionalização no Brasil e no exterior de seu elenco de artistas; sendo necessário que as obras sejam, antes de tudo, um exercício de liberdade individual – seja para o público que as frui, seja para os artistas que as criam, ou, enfim seja para a galeria que as abrigam e incentivam. Portas Vilaseca Galeria é membro da Associação Brasileira de Arte Contemporânea – ABACT.


Outras obras do artista