Sobre a obra

Sem título

Leonardo Luz vem produzindo uma pintura sinestésica que apela a múltiplos sentidos. Diante delas, acompanhamos texturas, volumes e incisões, formas orgânicas e primitivas que situam sua pesquisa entre diferentes linguagens. Uma pintura-coisa que nos faz imaginar sabores & cheiros, macios & ásperos.


Ficha técnica

2021
acrílica sobre tela


Sobre o artista

Leonardo Luz

1977 Rio de Janeiro, Brasil. Vive e trabalha no Rio de Janeiro. Formou-se em Arquitetura e Urbanismo pela UFRJ, em 2005. Formação artística: Escola de Artes Visuais Parque Lage entre os anos de 2008 e 2012: Cursos: História da Arte Moderna e Contemporânea– Pedro França Pintura – João Magalhães Teoria da Arte – Fernando Cocchiarale e Anna Bella Geiger. Exposições: Coletivas: 2009 – Araka Arte – Boate Zero Zero – Gávea – Rio de Janeiro (RJ) 2010 – Araka Arte – Boate Zero Zero – Gávea – Rio de Janeiro (RJ) Individual: 2018 – Objeto Quase Identificado – Centro Cultural dos Correios de Niterói – Niterói (RJ). 2021 – Salão dos Artistas sem Galeria (São Paulo – SP). De alguns anos pra cá, o trabalho de Leonardo Luz começou a caminhar num diálogo entre razão e emoção. Formas geométricas que bordejam formas orgânicas. Abstrato que às vezes se insinua num quase figurativo. Linhas, planos e cores vão sendo desenhados e pintados sem tentar esconder o gesto; este também serve de diretriz, apontando direções e possibilidades. Outro ponto importante é a organização dos elementos constituintes dos trabalhos. Nem sempre existe uma forma preconcebida. Muitas vezes, a execução é que vai definindo o(s) passo(s) seguinte(s). A folha de papel ou a tela são organizadas em campos e esses contêm começos e términos. Não definidos por qualquer ideia de continuidade. Um quase esquecimento entre eles. Uma quase memória (como tão bem colocou Cony). Um quebra-cabeças onde as peças não se fecham ou quase se identificam e por isso mesmo, talvez, se signifiquem. Uma espécie de somatórios de quases que dão num quase-todo, num quase-objeto. Nos últimos trabalhos (pinturas), Leonardo Luz vem explorando os limites entre pintura e objeto, tentando dar novos rumos a essa ideia dos quases, a essa espécie de janela inversa onde não proponho um outro lugar, mas sim, esse onde estamos, transformado, talvez, por novas presenças. Nesse sentido, tenta desvincular, cada vez mais os elementos suporte, tinta e traço/pincelada – muitas vezes a serviço de uma imagem/lugar – deixando suas especificidades e particularidades à mostra.


Arte FASAM Galeria

Belo Horizonte / MG

Inaugurada em 2019 e situada em Belo Horizonte, a Arte FASAM Galeria atua na representação e no desenvolvimento de um seleto grupo de artistas em processo de consolidação e inserção no cenário contemporâneo nacional. Através de linguagens como pintura, desenho, fotografia, vídeo e instalação, nossos artistas são caracterizados pelo interesse numa perspectiva poética e vigorosa, que encontra na experimentação da forma, dos materiais, dos afetos e dos imaginários sócio-culturais, o lirismo necessário para revisitar e reposicionar a realidade que nos circunda. Além da agenda dinâmica de exposições coletivas e individuais, a Arte FASAM Galeria também investe na formação de público e na democratização do acesso à arte, a partir da promoção de cursos, debates, encontros com artistas e curadores, entre outras atividades de cunho educativo. Acreditamos na parceria entre artistas, galerias, instituições e comunidades a fim de difundir e promover a potência da arte contemporânea brasileira mundo afora.


Outras obras do artista


A ArtRio utiliza cookies para personalizar a experiência do visitante em nosso site, analisar dados e ajudar em iniciativas de marketing. Ao clicar em “aceitar”, você está concordando com os nossos termos.