Sobre a obra

Máscara Gold


Ficha técnica

Reprodução de escombro em concreto folheado a ouro.


Sobre o artista

Jeane Terra

Desde 2008 a artista se dedica à pintura, escultura, fotografia e videoarte. Sua pesquisa está atrelada na memória e suas subjetividades, investigando fragmentos e nuances da transitoriedade e destroços de um tempo. Seu trabalho, muitas vezes auto referencial, gravita a usina ruidosa de onde provém a substância de sua memória.


SIMONE CADINELLI ARTE CONTEMPORÂNEA

Rio de Janeiro / RJ

ESCOMBROS, PELES, RESÍDUOS - Jeane Terra Curadoria Agnaldo Farias

Em cartaz desde o dia 8 de março de 2021, a exposição reúne 28 obras de Jeane Terra que incluem vídeos, instalações, escombros e monotipias que tiveram como ponto de partida uma longa pesquisa realizada pela artista na praia de Atafona, no litoral norte fluminense, que há décadas sendo tragada pelo mar. Os trabalhos poéticos de Jeane discutem o meio ambiente, o apagamento e a memória habitada neste lugar.

“Para esta sua primeira individual na Galeria Simone Cadinelli, Jeane Terra apresenta trabalhos direta e indiretamente relacionados com os acontecimentos em Atafona, sobre as ruínas produzidas pelo embate do mar com a cidade, acontecimentos que chamam a atenção para o fato de que tudo o que foi, é e será construído, irá se transformar em ruína”, destaca Agnaldo Farias no texto curatorial.


Fundada em 2018, a galeria Simone Cadinelli Arte Contemporânea tem como foco principal a representação de jovens artistas brasileiros em plena ascensão no mercado, investindo na gestão de carreira e no aprofundamento conceitual de suas pesquisas, linguagens e produção, explorando as possibilidades da Arte Contemporânea.

Localizada em Ipanema, Rio de Janeiro, a galeria promove a circulação de obras de artes através da realização de exposições, debates, workshops e visitas guiadas, mantendo a mais alta qualidade na produção artística com o apoio de projetos curatoriais igualmente consistentes.

Além de estar pautada em assumir parcerias institucionais e sociais no cenário local, a Simone Cadinelli fomenta o colecionismo através do programa “Novo Colecionador”, iniciativa em que apresenta os trabalhos de jovens artistas para um novo público interessado em se aproximar desse universo, se firmando como um centro propulsor da Arte Contemporânea.


Outras obras do artista