Sobre a obra

Pregos em repouso


Ficha técnica

Objeto em madeira e pregos


Sobre o artista

Felipe Cohen

Felipe Cohen (São Paulo, São Paulo,1976).

Desenhista e escultor. Em 2000, gradua-se em desenho e escultura pela Fundação Armando Alvares Penteado (Faap), São Paulo. Durante a faculdade, trabalha no Centro Cultural São Paulo (CCSP). Em 2001, é selecionado para o Programa de Exposições do CCSP, o que lhe vale sua primeira participação em coletiva.

Nesse período, integra a cooperativa de artistas Olho Seco e, em 2002, faz individual na galeria criada pelo grupo em São Paulo, a 10,20x3,60. No mesmo ano, participa da mostra de abertura do Espaço Virgílio, atual Galeria Virgílio, em São Paulo, onde realiza individuais em 2004, 2006 e 2008. Faz outras individuais no Centro Universitário Maria Antônia (Ceuma), de São Paulo, em 2006, e participa do Rumos Itaú Cultural Artes Visuais 2008-2009. Em 2009, realiza mostras nas galerias Marília Razuk e Anita Schwartz, respectivamente em São Paulo e no Rio de Janeiro.

É premiado na mostra Fiat Brasil, de 2006. Em 2009, ganha o prêmio Banco Espírito Santo, na SP Arte, e seu trabalho passa a integrar a coleção da Pinacoteca do Estado de São Paulo (Pina_). Em 2010, obras suas são apresentadas como projeto individual na Arco_Madrid.

Fontes:

Foto: http://www.illy.com/wps/wcm/connect/es/news/felipe-cohen-ganador-premio-illy-sustain-art-arco-madrid-2016

Texto: FELIPE Cohen. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2017. Disponível em: . Acesso em: 19 de Mai. 2017. Verbete da Enciclopédia. ISBN: 978-

 

 
 


CASSIA BOMENY GALERIA

Rio de Janeiro / RJ

A Galeria Inaugurada em 2015, a Galeria Cassia Bomeny desenvolve um programa de exposições voltado a artistas da década de 70 em diante. O projeto começou com apoio do curador Fernando Cocchiarale, produzindo trabalhos seriados e reedição de obras históricas de Anna Bella Geiger, Antonio Dias e outros. Com foco em uma pesquisa contemporânea brasileira, a galeria fomenta a produção atual de artistas consagrados, como Antonio Manuel e Carlos Zilio, ao mesmo tempo que incentiva as novas gerações. É da política da galeria publicar um catálogo acompanhando cada exposição individual. Nesse sentido, já foram produzidos seis publicações, com textos de curadores e críticos de arte como Frederico Morais, Tadeu Chiarelli e Vanda Klabin. Com uma pesquisa que fomenta o colecionismo e a circulação das artes visuais nas esferas publicas e privadas, a galeria atua no mercado institucional e na formação de novos colecionadores.


Outras obras do artista