Sobre a obra

Serie “Uma das partes, mas são muitas, iguais ou não, de um todo ou nenhum

Lápis dermatográfico e lápis de cor sobre madeira compensada descartada por madeireiras da região portuária e centro do Rio de Janeiro.


Ficha técnica

Lápis dermatográfico e lápis de cor sobre madeira


Sobre o artista

Diego de Santos

Nascido em Caucaia, Ceará em 1984. Mora e trabalha no Rio de Janeiro. Formado em Artes Plásticas pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará – IFCE. Por meio de linguagens como fotografia, vídeo, instalação e principalmente desenho, investiga conceitos de morada em processos de transformação social e histórica da paisagem, assim como na relação entre pertencimento e nomadismo. Em sua produção, lida com diferentes materiais e suportes incorporados a cada projeto desenvolvido, como caneta esferográfica, fuligem, parafina, madeira compensada e conchas. Foi vencedor do Prêmio PIPA online Popular 2014 e recebeu o Prêmio FUNARTE de Arte Contemporânea – Atos Visuais FUNARTE Brasília em 2016. Entre as exposições individuais realizadas descatam-se: Lar é Onde Ele Está – MAC Fortaleza CE; Leitura de Poemas Gastos – Memorial da Paz – Vitória ES; Arranha-Verso – Centro Cultural Banco do Nordeste – Fortaleza CE; Não Adianta Esfregar os Olhos (Projeto Sala Experimental) – MAC CE – Fortaleza CE.


C.GALERIA

Rio de Janeiro / RJ

A C. galeria é uma galeria de arte contemporânea que, através de ideias e formatos inovadores, contribui para uma nova forma de fazer e pensar arte e para um novo colecionismo. Dirigida por Camila Tomé, a C. galeria surgiu em 2016, em Ipanema, no Rio de Janeiro. Em 2018 se muda para um novo espaço maior, uma casa no bairro do Jardim Botânico.


Outras obras do artista


Podemos ajudar?