Sobre a obra

intervalos e madeirinhas nº54


Ficha técnica

João Trevisan
intervalos e madeirinhas nº54 2019
óleo sobre tela e madeira
30 x 24 cm


Sobre o artista

João Trevisan

João Trevisan é bacharel em Direito. Seu trabalho consiste em explorar questões relacionadas a máxima do objeto que tratem sobre a matéria, peso, leveza, tensão, articulação, equilíbrio e política. O trabalho de Trevisan é um exercício de equilíbrio de pesos e apoios, entre a madeira, os metais e a gravidade. Utilizando dos elementos encontrados às margens da ferrovia João os agrupa e ordena de diferentes maneiras produzindo novos corpos; seus trabalhos, sejam eles criados pelo espaço entre chapas de ferro que se mantém em pé com o auxílio dos parafusos, suas pinturas com fundos pretos e linhas verticais de diversas espessuras ou até mesmo as pequenas ripas de madeira com tinta óleo discutem intervalos. Quase como uma partitura musical onde a leitura do que está presente acontece a partir do espaço vazio, do intervalo. Entre as exposições individuais estão: corpo-trajeto, instituto adelina (São Paulo, SP, 2019) com curadoria mario gioia; corpo, breve instante, galeria karla osório (Brasília, DF, 2019) com curadoria de malu serafim; descarrilho, decurators (Brasília, DF, 2018) e estrutura gestual, galeria xxx arte contemporânea (Brasília, DF, 2017). Entre as exposições coletivas estão: eu o outro, galeria manoóbra (Brasília, DF, 2019); métrica, galeria oma (Brasília, DF, 2018); [re]invenções, elefante centro cultural (Brasília, DF, 2018); brasília extemporânea, casa de cultura da américa latina (Brasília, DF, 2018); 43º salão de arte de ribeirão preto nacional contemporâneo, museu de arte de ribeirão preto (Ribeirão Preto, SP, 2018); eixo do fora, salão / residência, museu nacional da república (Brasília, DF, 2017) entre outras. Entre as prêmios, bolsas e residências que participou estão: casero, residência artística - artista convidado (Itatiaia, RJ, 2019) e eixo do fora, prêmio aquisição (Brasília, DF, 2017). Entre as coleções públicas estão: MAR - museu de arte do rio, Rio de Janeiro, RJ; MUN - museu nacional da república de brasília - Brasília, DF; MARP - museu de arte de ribeirão preto - Ribeirão Preto, SP.


CENTRAL GALERIA

São Paulo / SP

A Central Galeria promove exposições e fomenta o debate em torno da arte contemporânea. Em 2018 muda-se para o prédio histórico do IAB (Instituto dos Arquitetos do Brasil) projetado pelo renomado arquiteto Rino Levi, localizado no centro da cidade. Essa mudança reformula o espaço e o programa da galeria para estabelecer um diálogo maior com a cidade e o público, expandindo assim, a difusão da produção artística atual e potencializando as trocas e parcerias. O novo programa e dinâmica do espaço salientam o hibridismo e multiplicidade da arte contemporânea, acreditando que o conteúdo e as interlocuções propostas no âmbito da galeria podem transformar e conectar ideias e pessoas.


Outras obras do artista