Sobre a obra

Mauro Piva

Com mais de 120 obras em aquarela, guache, óleo, grafite e tinta acrílica, produzidas com imensa delicadeza e realismo, o livro Mauro Piva percorre quase uma década da trajetória do artista plástico, compondo um amplo recorte de seu meticuloso trabalho e ressaltando o virtuosismo na realização de cada uma de suas imagens. Na monografia, a primeira de Mauro Piva, são apresentadas as diferentes temáticas abordadas em suas telas. Estão nela alguns de seus retratos de figuras sem rosto, que representam o ser humano e suas relações; as flores e plantas finamente pintadas em aquarela — com destaque para as pimentas —, e a série de autorretratos nas quais, no lugar de estampar seu próprio rosto, o artista pinta objetos de sua rotina de trabalho, como lapiseiras e aparas de lápis, papel, pincéis, canetas, durex e fita-crepe. Além dos trabalhos, o livro, que é bilíngue, conta ainda com um texto do professor de História da Arte e curador independente Marcos Moraes.


Ficha técnica

Arista: Mauro Piva

Texto de Marcos Moraes

Número de páginas: 224

ISBN: 978-85-60965-90-8

Encadernação: Capa dura

Ano de edição: 2015


Sobre o artista

Mauro Piva

Mauro Piva nasceu em 1977, no Rio de Janeiro, vive e trabalha em São Paulo.

Estudou Artes Plásticas na Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP) e já realizou exposições na Argentina, Colômbia, Espanha, México e Portugal. Seus trabalhos estão nas coleções do Museu de Arte do Rio (MAR), Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM), Art Center Hugo Voeten (Bélgica) e JPMorgan Chase Art Collection (EUA), entre outras.

Fontes:

Foto: http://cultura.estadao.com.br/noticias/artes,o-artista-mauro-piva-usa-testes-de-cores-para-criar-autorretratos,10000061905

Texto: http://cobogo.com.br/livros/mauro-piva/

 

 
 


EDITORA COBOGÓ

Rio de Janeiro / RJ

Em 10 anos de publicações, a Editora Cobogó construiu um catálogo de mais de 230 títulos, que tratam desde a filosofia do artista norte-americano Andy Warhol sobre uma sociedade de consumo, às entrevistas do curador suíço Hans Ulrich Obrist com pensadores e artistas de várias áreas, aos caminhos de construção das obras de diversos artistas, aos artigos do cineasta Cacá Diegues sobre a sociedade brasileira, as reflexões acerca da globalização e da arte do pesquisador Moacir dos Anjos, além da reedição do primeiro livro de John Cage publicado no Brasil, com tradução do poeta Augusto de Campos. Cada livro da Cobogó recebe o cuidado especial que vai desde o contato direto com o autor, o tratamento do texto, o cuidado com as imagens, passando pelo projeto gráfico, a textura do papel e o tipo de acabamento. Um caminho de desafios e conquistas, reconhecido, em 2016, na 58a edição do Prêmio Jabuti, com o primeiro lugar na categoria Livro de Arte, por Histórias mestiças, organizado por Lilia Moritz Schwarcz e Adriano Pedrosa. O catálogo da Editora Cobogó se destaca por livros de arte sobre artistas consagrados e também sobre novos nomes do mundo das artes. Foram publicadas monografias de Adriana Vareja?o, Nuno Ramos, Laura Lima, Erika Verzutti, Sonia Gomes, Marina Rheingantz, Mauro Restiffe, Paulo Nazareth e Iran do Espírito Santo. Em 2018, foram lançados livros de Katia Maciel, Maria Laet, Carla Chaim, Paulo Nimer PJota e Iole de Freitas, além do livro de colagens de Beatriz Milhazes.


Outras obras do artista


Podemos ajudar?