Sobre a obra

Três de abril – Dez de maio 2017


Ficha técnica

Série Pranchetas
Mista sobre madeira recortada


Sobre o artista

Ana Muglia

Nasceu em Muriaé em 1951, vive e trabalha no Rio de Janeiro desde 1978. Graduada em Letras pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Muriaé, MG, onde teve formação em piano pelo Conservatório Brasileiro de Música. Posteriormente no Rio de Janeiro concluiu o curso de mestrado em Literatura Brasileira na PUC. Entre 1988 e 1992 frequentou a Escola de Artes Visuais do Parque Lage no atelier de pintura e desenho, cursos teóricos de História e Filosofia da Arte. Paralelamente acompanhou grupos de estudos ministrados pelos professores e críticos de arte, Paulo Venâncio Filho e Paulo Sergio Duarte. Frequentou também como aluna ouvinte as aulas do professor e crítico de arte Ronaldo Brito no curso de Estética e História da Arte e Arquitetura na PUC, RJ. Trabalhou em atividades profissionais na área de ensino como professora substituta das disciplinas “Oficina de Criação bidimensional” e “Oficina de Criação tridimensional” no Instituto de Artes da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) em 2006; disciplina “História da Arte” no programa “Talento da vez”, Galpão Aplauso (Prefeitura do Rio de Janeiro) em 2005 e 2006; docente na disciplina “Plástica 1”, no Curso de Design de Interiores, Universidade Veiga de Almeida, campus Barra, RJ em 2003; manteve cursos e workshops para crianças no próprio atelier entre 2006 e 2009. Em 1997 ganha o 1º prêmio do júri oficial da Universidarte em sua 3ª edição, RJ. Foi selecionada pela Uniarte/Faperj para bolsa-pesquisa em artes visuais durante o ano de 2002, RJ. Recebe da Funarte o Prêmio Projéteis de Arte Contemporânea, em sua 3ª edição 2007, pela obra Jardim Suspenso, apresentada no Palácio Gustavo Capanema, RJ. Em 2013 foi selecionada pelo III Concurso Itamaraty de Arte Contemporânea para o prêmio-aquisição com o trabalho de pintura “Em obra II”. Sua proposta de trabalho busca a integração entre as artes visuais, a arquitetura e a música. Apropria-se de materiais específicos e diferentes meios técnicos, tais como a pintura , o desenho, o objeto e a interferência no espaço, para desenvolver a idéia de interação entre o quadro, o canteiro de obras e a composição musical.


GABY INDIO DA COSTA ARTE CONTEMPORÂNEA

Rio de Janeiro / RJ

Gaby Indio da Costa atua no mercado de arte desde 2009 e desde então acompanha de perto a produção de vários artistas. Realizou diversas exposições, algumas em parcerias com instituições, a maioria com a curadoria de críticos e curadores renomados.


Outras obras do artista


Podemos ajudar?