Sobre a obra

sem título


Ficha técnica

Anna Israel
Sem título 2015
c-print
Edição: 1/3 + 2 PA
100 x 150 cm


Sobre o artista

Anna Israel

Anna Israel (Boston, Massachusetts,1989), vive e trabalha em São Paulo.

Formada em Artes Plásticas na FAAP- Fundação Armando Alvares Penteado. Em 2007 foi para Nova Iorque estudar atuação na New York Film Academy e em 2013 voltou para estudar cinema na Universidade de Nova York.

Em 2010 começou a frequentar o Atelier do Centro, fundado pelo artista Rubens Espírito Santo, aonde se tornou a relatora oficial das ?Aulas de Segunda?- com o foco na investigação sobre a natureza da arte - em 2014.

Entre as exposições coletivas estão: 66? Salão Paranaense, Museu Oscar Niemeyer (Curitiba, PR, 2017); I Programa de Exposições do CCSP, Centro Cultural São Paulo (São Paulo, SP, 2016); Caso o Acaso, Central Galeria (São Paulo, SP, 2016); Os Muitos e o Um, curadoria Robert Storr, Instituto Tomie Ohtake (São Paulo, SP, 2016); Programa de Exposições 2015, MARP-Museu de Arte de Ribeirão Preto (Ribeirão Preto, SP, 2015); Desvio de Função: Coleção Vera e Miguel Chaia, PUC- SP (São Paulo, SP, 2015); 42? Salão de Arte Contemporânea Luiz Sacilotto, Salão de Exposição do Paço Municipal (Santo André, SP, 2014); exposição do curta The Burrow, Woolworth Building (Nova Iorque, EUA, 2014); EDP nas Artes, Instituto Tomie Ohtake (São Paulo, SP, 2012).

Fontes:

Foto: http://www1.folha.uol.com.br/colunas/monicabergamo/2016/01/1728378-pf-pode-perder-comando-da-seguranca-da-olimpiada-para-forcas-armadas.shtml

Texto: https://www.centralgaleria.com/annaisrael/

 

 
 


CENTRAL GALERIA

São Paulo / SP

A Central Galeria promove exposições e fomenta o debate em torno da arte contemporânea. Em 2018 muda-se para o prédio histórico do IAB (Instituto dos Arquitetos do Brasil) projetado pelo renomado arquiteto Rino Levi, localizado no centro da cidade. Essa mudança reformula o espaço e o programa da galeria para estabelecer um diálogo maior com a cidade e o público, expandindo assim, a difusão da produção artística atual e potencializando as trocas e parcerias. O novo programa e dinâmica do espaço salientam o hibridismo e multiplicidade da arte contemporânea, acreditando que o conteúdo e as interlocuções propostas no âmbito da galeria podem transformar e conectar ideias e pessoas.


Outras obras do artista